domingo, 26 de abril de 2009

o São João


O São João como um momento de comemoração

Está chegando o período das festas juninas. Não obstante ser tradição em Uibaí, tendo o mesmo, nas últimas décadas, se realizado entre os dia 20 e 29 de junho, o período já foi alterado por diversas razões, financeiras sentimentais, políticas etc.

A festa de São João, para o povo de Uibaí, representa o maior marco na tradição, vez que as outras festas populares não conseguiram movimentar a população como esta.

O São João representa um momento único para as crianças, pois ali contém brincadeiras típicas (corrida de ovo, jegue, saco, quadrilhas, etc), momento em que as crianças das cidades grandes que lá estão a passeio, podem ter contato junto com as de lá, desse momento de diversão.

Quando adolescentes, é no São João o momento ideal para se paquerar. Isso é fato. Quando não se conseguiu angariar um beijo durante o ano todo, é no São João que a gente espera conseguir. Ora, Santo Antônio já passou, já se fez promessa e a hora certa só pode ser o São João. É ali, próximo a alguma barraca, tremendo as pernas que ensaiamos os primeiros e tímidos passos na conquista do seu par. Do alto do palco, o locutor aterroriza que, quem não namorar, vai para o caminhão dos solteirões. Isso é incômodo pois este caminhão tem a sina de virar em algum local fatal. Você quer ficar no caminhão? – Eu não. Mas é só mais uma brincadeira que embeleza a festa.

Talvez pudesse se imitar outras festas e escolher o Rei do São João, assim como a Rainha de modo que ela pudesse todos os dias abrir a festa, pedir paz, tolerância, enfim, lutar para se evitar quaisquer desavenças que venham macular aquela festa.

Para os jovens é um momento espetacular. Depois de árdua dedicação aos estudos, muitos deles fora da sua cidade, aquela pausa representa um fôlego para se lutar mais e mais com a finalidade de tirar “o pé da lama”. Fica-se próximo aos amigos, parentes e sobretudo da nossa terra, fato que traz maior motivação para seguir.

Os mais velhos também participam, apreciam todas as brincadeiras, comidas e contam estórias acerca das festas antigas, de como acontecia, do que mudou para melhor, do que mudou para pior.

A festa junina do São João precisa ser pesquisada nas escolas, como integrante do folclore local, ensinando aos alunos as forma de convivência com o evento, a indispensabilidade de não se passar por cima da tradição, já que ela faz parte do patrimônio de toda a cidade.

Aos que comandam a festa é preciso atender aos anseios de todos, colocando em segundo plano o objetivo financeiro, pois o que sustenta a festa é a sua tradição e isso se configura na data em que é realizada assim como a sua forma. Não é justo agradar o município vizinho, priorizar apenas a exploração econômica, e impedir que os uibaienses que se deslocam nas datas comuns, oriundos de outras cidades, para Uibaí, chegando lá não encontre mais a festa. Bom São João.

Um comentário:

Tida disse...

Oi querido Fábio,
Concordo com vc. Por muitas vezes me indignei em ver esses governantes arrumando desculpas para fugir da tradição quanto ao período das festas juninas. Em não deixar que o São João do poço acontecesse para não atrapalhar o de Uibaí e região. Em nenhum momento pensou nas pessoas que ali reside que não participa do São João de Uibai, mas que tem a necessidade de se divertir. Espero que as coisas mudem agora. Um super beijo a todos que faz parte dessa comunidade e estarei ai para prestigiar essa festa maravilhosa.